Os ataques de asma ocorrem quando entra em contacto com um fator desencadeante ou alérgeno. Estes fatores podem incluir pólen, ácaros, emoções extremas e alterações no clima. Para os asmáticos os alérgenos são vistos como um ataque ao seu sistema, tentando ser combatidos pelo corpo através de uma resposta inflamatória nas vias aéreas. Os ataques de asma não ocorrem assim que a pessoa entra em contacto com um alérgeno, uma vez que a resposta pode levar várias horas ou dias a desenvolver-se.

Como pode saber se está a sofrer de um ataque de asma?

Um ataque de asma é geralmente indicado por um ou mais dos seguintes:

  • O seu inalador de alívio não ajuda a reduzir os sintomas
  • Tem falta de ar que dificulta o discurso, comer e dormir
  • Não consegue recuperar o fôlego e respira mais rápido
  • Asmáticos mais novos podem queixar-se de dor no estômago

O que fazer durante um ataque de asma?

Siga estes passos se pensa estar a sofrer de um ataque de asma:

  • Sente-se e tente manter a calma. Não se deite.
  • Faça uma inalação com o seu inalador de alívio a cada 30-60 segundos até um máximo de 10 inalações consecutivas.
  • Se o seu inalador de alívio não ajudar a reduzir os sintomas ou se estes exigirem preocupação, chame uma ambulância pelo 112.
  • Se tiver de esperar mais de 10-15 minutos pela chegada da ambulância, use o seu inalador de alívio tal como mencionado acima.

Durante o ataque de asma se começar a notar uma melhoria dos seus sintomas e não precisar de tratamento de emergência, mesmo assim terá de marcar uma consulta com o seu médico. Este poderá avaliar os seus medicamentos e técnica de inalação para verificar se precisam de ser feitas alterações.

Sinais precoces de um ataque de asma

Os ataques de asma podem ocorrer de forma súbita após ocorrerem alguns sinais. Se conhecer estes sinais pode tentar fazer alterações para que não sofra um ataque de asma completo. Um ataque de asma pode ocorrer a qualquer altura, incluindo durante a noite. Os sintomas noturnos da asma podem ser uma indicação precoce de que um ataque de asma é provável de ocorrer. Procure os seguintes sinais:

  • Aumento do uso do seu inalador de alívio
  • Tosse mais frequente, especialmente durante a noite
  • Falta de ar mais frequente que o normal
  • Letargia ou fraqueza
  • Dificuldade em dormir
  • Alteração da suas leituras de capacidade pulmonar
  • Alterações de humor, particularmente irritabilidade ou mau-humor 

Não ignore estes sinais, uma vez que estes podem ser uma forte indicação de que a sua asma pode não estar tão bem controlada. Garanta que usa os medicamentos tal como indicado pelo seu médico e de que segue o seu plano pessoal de asma. Marque uma consulta urgente para discutir o agravamento dos sintomas com o seu médico ou enfermeira.

O que fazer para prevenir um ataque de asma?

Existem passos que pode seguir para diminuir o risco de sofrer um ataque de asma. Os pontos abaixo são importantes para todos os asmáticos, quer a sua condição seja ligeira, moderada ou grave.

  • Faça consultas regulares sobre a sua condição com o seu médico ou enfermeira
  • Tome os seus medicamentos tal como prescrito
  • Verifique se está a usar uma técnica de inalação correta
  • Mantenha um peso saudável
  • Tente evitar os fatores desencadeantes da asma o mais possível
  • Não fume
  • Faça a vacina da gripe anualmente se o seu médico o indicar
  • Mantenha os seus sintomas de asma controlados ao fazer o seu registo num diário
  • Siga o seu plano de asma pessoal 

Um ataque de asma pode ser uma situação assustadora. Se não tomar a ação necessária, pode resultar em consequências graves ou até na morte. É por isso extremamente importante que tome medidas se sofrer de um ataque. Se usar o tipo indicado de medicamentos para asma e as técnicas corretas, as suas hipóteses de sofrer um ataque de asma podem ser grandemente reduzidas. A maioria das pessoas que vive com asma pode usufruir de uma vida normal e saudável.

Página revista em:  26/10/2017