Política Editorial

De que forma produzimos conteúdos para o ajudar a escolher melhor.

Não somos apenas palavras bonitas numa página. Esta é a sua saúde. Como tal, queremos fornecer-lhe a informação mais fidedigna possível, de modo a ajudá-lo a obter os conhecimentos necessários para se manter saudável, e a fazer escolhas informadas.

Veja o que fazemos para nos certificarmos de que o nosso conteúdo é rigoroso e acessível.

O nosso processo 

Ao criar conteúdo, os nossos autores cumprem um processo que garante que o que está a ler é:

  • relevante
  • rigoroso
  • clinicamente comprovado
  • e fácil de compreender

Investigação

Antes de colocarmos qualquer palavra na página, faremos a nossa própria pesquisa no sentido de descobrir o que deseja saber. Fá-lo-emos com ferramentas que nos ajudem a perceber quais são as questões mais procuradas pelas pessoas em torno de um determinado assunto. Deste modo, saberemos quais são as áreas que precisamos abordar no nosso conteúdo. Assim, obterá a informação mais relevante (e muito provavelmente a resposta à pergunta que procurou no Google).

Ao abordar um assunto, iremos tentar apresentar uma visão sobre as informações disponíveis da forma mais equilibrada possível. Neste sentido, recorremos a várias fontes com vista a informar a nossa redação e a garantir que fornecemos informações precisas sobre qualquer assunto de saúde. 

Isso abrange experiências e estudos clínicos, bem como informações de organizações de saúde independentes, organizações governamentais ou do Estado, ou organismos educativos como universidades.

Eis alguns exemplos de fontes que utilizamos:

  • revistas médicas ou científicas
  • o Electronic Medicines Compendium (emc)  
  • o British National Formulary (BNF)
  • o Instituto Nacional para a Saúde e Cuidados de Excelência (NICE)
  • Agência Reguladora dos Medicamentos e Produtos para a Saúde (MHRA)
  • e o SNS

Verificações

Todos os conteúdos, depois de escritos, passam por uma verificação editorial dentro da equipa de conteúdos, antes de serem revistos por um membro da equipa clínica (por um médico ou um farmacêutico). 

Para maior transparência, o membro da equipa clínica que reviu a página será sempre destacado na mesma. Encontrará também um link para a sua biografia, onde encontrará as suas credenciais e número de registo profissional.

Ao escrevermos, procuramos usar uma linguagem simples. Sempre que utilizamos um termo médico, procuramos explicar o seu significado para uma maior compreensão.

Publicação e revisão

Assim que um conteúdo tenha passado por estas revisões, publicá-lo-emos para que o leia.

Estamos em constante aprendizagem sobre saúde e medicina. Sempre que sejam efetuadas novas pesquisas, serão disponibilizadas as novas informações. Por conseguinte, faremos alterações ao conteúdo após a sua publicação de modo a que esta informação seja incluída. Tentaremos sempre fazê-lo o mais breve possível.

De dois em dois anos, iremos fazer uma revisão geral do nosso conteúdo de forma a garantir a sua atualização e precisão, e fazer as alterações necessárias. Estas revisões são efetuadas por um membro da equipa de conteúdos e por um membro da equipa clínica.

Cada página contém um carimbo de data, com indicação da última atualização da página.

O que pode ser considerado como informação de confiança

Ao fornecer-lhe estatísticas, dados ou um consenso, iremos informá-lo da sua origem. Utilizaremos apenas fontes de informação confiáveis e precisas. No caso de se tratar de uma projeção ou de uma estimativa, informá-lo-emos. 

Previamente à transmissão de dados ou informações de terceiros no nosso conteúdo, procederemos a algumas verificações:

Qual é a extensão dos dados?

O número de inquiridos ou o tamanho do conjunto de dados é uma das verificações que faremos. O que consideramos como confiável dependerá do que está a ser medido, no entanto, como regra geral, consideramos conjuntos de dados (ou subconjuntos de um estudo maior) que contenham menos de 50 inquiridos como sendo menos do que clinicamente confiável. 

Por vezes, iremos transmitir informações de conjuntos de dados deste tamanho ou mais pequenos se tiverem valor numa perspetiva anedótica ou como uma experiência social informal. No entanto, sempre que transmitirmos estes dados, explicaremos que são de um pequeno conjunto de dados, podendo não ser clinicamente fiáveis.

Qual a proveniência dos dados?

Só apresentaremos dados considerados clinicamente confiáveis caso provenham de uma fonte respeitável. Alguns exemplos são:

  • um organismo de saúde público ou financiado pelo governo, como o SNS ou Instituto Nacional para a Saúde e Cuidados de Excelência (NICE)
  • um organismo analítico ou de dados reconhecido, como o YouGov ou o ONS (Instituto Nacional de Estatísticas Britânico)
  • revistas médicas ou científicas com revisão por pares
  • uma instituição de caridade no domínio da saúde financiada pelo governo
  • uma empresa farmacêutica reconhecida internacionalmente (por exemplo, ensaios clínicos)

Caso nos refiramos a algo que não consideramos clinicamente confiável (o que por vezes é necessário para abordar uma visão ou consenso não confiável), deixaremos bem clara a nossa opinião sobre estes dados. 

Se considerarmos que o produtor dos dados tem interesse comercial nos mesmos, ou se o declararem, dir-lhe-emos.

Utilizaremos apenas informações de fontes que tenham sido revistas por pares, ou revistas por um profissional clínico ou equipa clínica. 

Créditos onde são devidos

Os dados e estudos exigem tempo. Por isso, as pessoas que os recolhem merecem o seu mérito. 

Atribuímos sempre os devidos créditos às informações que utilizamos de terceiros, através de referência no rodapé da página. Para tal, utilizaremos a convenção de referência de Harvard de modo a divulgar de forma clara o autor da respetiva informação, indicando a data e o local onde a informação foi publicada, bem como um link para a fonte sempre que tal seja possível.

Utilizar a nossa própria investigação

Ocasionalmente, conduziremos a nossa própria investigação mediante a utilização dos dados por nós recolhidos. Sempre que o fizermos, apresentar-lhe-emos esta informação da forma mais clara e simples possível.

Indicar-lhe-emos:

  • de que forma os dados foram recolhidos e, sem comprometer a privacidade, com quem 
  • qual foi a metodologia utilizada para chegar a qualquer hipótese
  • e quem verificou os dados, quando aplicável.

Iremos também consultar um especialista na nossa modelação e recolha de dados, e posteriormente na formulação de uma hipótese, de modo a certificarmo-nos de que qualquer informação baseada na nossa própria investigação é fidedigna.

Por vezes, podemos conduzir estudos mais pequenos ou experiências sociais com determinadas pessoas de destaque (como por exemplo atletas ou personalidades) e divulgar a identidade do(s) participante(s). Contudo, só o faremos com o consentimento prévio dessa pessoa (ou pessoas).

Caso contrário, ao utilizarmos a investigação, não iremos publicar informações pessoais que possam ser utilizadas para identificar qualquer participante. 

Imparcialidade da marca

Não estamos afiliados a nenhuma marca ou empresa farmacêutica em particular. O nosso objetivo consiste em oferecer a maior variedade possível de tratamentos, garantindo a segurança e acessibilidade para os nossos utentes.

Por isso, tentamos ser o mais imparcial possível, e não promover nenhuma marca específica em prejuízo de outra. 

Sabemos que os preços são um fator determinante para si. Informá-lo-emos caso uma marca específica de tratamento seja mais barata comparativamente a outra. 

Também sabemos que a eficácia dos tratamentos é importante para si. Por conseguinte, apresentaremos informações relativas à eficácia à medida que a encontrarmos a partir de ensaios clínicos. Esta informação pode indicar que uma marca de tratamento é mais eficaz do que outra. 

Iremos sempre informá-lo mais detalhadamente sobre onde pode encontrar estas informações de modo a poder consultá-las.

A Treated oferece um serviço, e promovemos a nossa própria marca através do nosso site e redes sociais. Ao fazê-lo, podemos de forma indireta promover a utilização de fornecedores e parceiros com quem trabalhamos no sentido de fornecer os nossos serviços. Contudo, dir-lhe-emos caso tenhamos uma relação com um fornecedor externo.

Podemos facultar-lhe informações sobre serviços disponíveis de outras organizações, tais como instituições de caridade ou organismos de saúde pública, a título de referência para mais ajuda ou informação. No entanto, não apoiaremos quaisquer serviços comerciais que não sejam as nossas próprias organizações ou organizações parceiras com as quais colaboramos.

Respeito e privacidade

Assumimos o compromisso com a sua privacidade e a dos nossos parceiros. Em nenhum caso divulgaremos informações ou detalhes pessoais de qualquer comunicação entre nós e outro indivíduo ou organização no nosso conteúdo.

Sempre que utilizarmos comentários ou citações de um porta-voz ou profissional de saúde, só o faremos com o seu consentimento prévio.

Aconselhamento é para médicos

Cada pessoa é absolutamente única. Por isso, consideramos que um conselho médico não se destina a todas as pessoas, uma vez que cada caso é único. 

Por conseguinte, embora o conteúdo do nosso site se destine a ser informação de confiança, precisa e útil, não se trata de aconselhamento médico. Aquilo que funciona melhor para si, é para si, e cabe a um especialista decidir durante uma consulta.. 

Se não tiver a certeza sobre algo ou se tiver uma questão relacionada com a saúde, pergunte sempre a um médico ou profissional de saúde.

A sua opinião

Criamos o nosso conteúdo para si.

De modo que, caso nos tenha escapado alguma coisa, gostaríamos de saber. 

Se considerar que alguma coisa foi particularmente útil ou não foi útil o suficiente, também queremos ter conhecimento disso.

Isto aplica-se caso seja um utilizador do nosso serviço, um leitor ocasional, ou um profissional de saúde.

Se quiser dar-nos a sua opinião, contacte-nos por e-mail, ou deixe-nos uma mensagem através das nossas redes sociais.

Deixe-nos ajudar a escolher melhor.

Sugerir um tratamento

Se procura um tratamento ou doença em particular, informe-nos e nós iremos investigar por si.

Pergunte ou sugira algo.

Submeta aqui a sua pergunta, ou diga-nos se encontrou um problema no nosso site.

Podemos enviar-lhe um e-mail sobre a sua consulta, mas pode optar por não receber estas comunicações sempre que desejar.

+274 avaliações no Trustpilot

Conte-nos qual é o problema

[Accept Terms Field Text] Aceite ostermos de utilização.
Podemos enviar-lhe um e-mail sobre o problema, mas pode optar por não receber estas comunicações em qualquer altura.

Do que gostou acerca disso?

Do que não gostou acerca disso?

Iremos responder-lhe muito em breve. O nosso objetivo é responder a todas as questões no espaço de um dia útil.

Está inscrito na nossa newsletter. Fique atento à sua caixa de entrada para a nossa última atualização.

news-letter

Subscreva a nossa newsletter para todas as últimas novidades sobre e muito mais.

Ao clicar em 'Subscrever agora', está a concordar com a nossa Política de Privacidade.

É a primeira vez que está connosco?

Pode continuar como convidado, ou iniciar sessão com a sua conta Treated, caso tenha uma.

+274 avaliações no Trustpilot