Se perguntar a alguém quanto tempo esperam que a relação sexual dure, a resposta irá variar bastante de pessoa para pessoa. Diferentes casais têm expectativas diferentes, por isso nem sempre é fácil determinar quando se trata da Ejaculação Precoce.

Um estudo com 500 casais publicada no Journal of Sexual Medicine, que pesquisou pessoas que vivem no Reino Unido, Holanda, Espanha, EUA e Turquia, relatou que o tempo médio de latência da ejaculação intravaginal (IELT) de parceiros masculinos foi de 5,4 minutos. Outros estudos relataram números ligeiramente diferentes, mas a janela de 4 a 7 minutos é geralmente considerada a duração média.

Levando isso em consideração, desenvolveu-se um consenso que, desde que o termo 'ejaculação precoce' foi introduzido pelos pesquisadores William Masters e Virginia Johnson em 1970, que a maioria dos homens com Ejaculação Precoce tende a ejacular dentro de um ou dois minutos.

A maioria dos homens vai atestar que isto já lhe ocorreu, pelo menos ocasionalmente ou com pouca frequência, e nesses casos não é considerado um problema significativo. No entanto, é quando os sinais persistem (ou ocorrem 50%, ou mais vezes) que a ejaculação precoce começa a se apresentar como um problema. Este tipo de situação, pode levar a sentimentos de tensão, ansiedade ou frustração nos casais e criar discórdia quando a situação não é abordada. Portanto, procurar soluções para a ejaculação precoce é mais importante do que muitos casais pensam.

Nesta página, apresentaremos algumas das técnicas que os casais podem praticar para ajudar a melhorar a latência ejaculatória masculina, bem como algumas das opções de tratamento disponíveis caso estes métodos não forneçam resultados suficientes.

Métodos simples

Vamos começar com algumas soluções rápidas para a Ejaculação Precoce. Estes métodos não necessitam muita preparação, e podem ser aplicados num prazo relativamente curto para resolver casos leves ou temporários de Ejaculação Precoce.

  1. Use um preservativo mais grosso

Provavelmente, a mudança mais simples que alguém pode fazer é optar pela variedade mais espessa ou “extra segura” de preservativos.. Isto pode ajudar a reduzir os sentimentos de sensibilidade no pénis e prolongar o tempo de ejaculação.

  1. Faça uma pausa durante o sexo ou pense em outra coisa

Outro método que pode ajudar a retardar a ejaculação é fazer um breve descanso quando o parceiro está prestes a chegar ao clímax. Durante este intervalo, pode ser útil pensar em algo menos estimulante do ponto de vista sexual para ajudar a repor o reflexo ejaculatório.

  1. Masturbação de antemão

Duas ou três horas antes da relação sexual, a masturbação pode ser um método útil de dessensibilizar o corpo à estimulação sexual e prolongar a latência ejaculatória durante o sexo mais tarde. No entanto, é importante cronometrar, ou seja, deixar uma lacuna de tempo muito pequena entre a masturbação e o sexo, pois, um intervalo pequeno pode ser mais difícil para alguns homens terem uma ereção e ejaculação satisfatórias.

  1. Respire fundo quando está prestes a ejacular

Isto pode parecer complicado durante a relação sexual, mas respirar fundo um pouco antes de ejacular, pode ajudar a interromper o reflexo ejaculatório por um tempo muito curto e atrasar o clímax.

  1. Use um preservativo de "Prazer Prolongado"

Este tipo de preservativo é revestido com uma pequena quantidade de agente anestésico (como benzocaína) e reduz a sensibilidade no pénis durante o ato sexual. Isto ajuda o homem a durar mais tempo.

Métodos mais avançados

Em alguns casos, os métodos acima podem não fornecer os resultados desejados. Em casos mais severos ou persistentes é possível que seja necessário algum tipo de terapia, ou tratamento para a ejaculação precoce. Aconselhamos que consulte um médico ou um terapeuta pessoalmente antes de experimentar qualquer uma das sugestões abaixo por conta própria:

  1. A “técnica do aperto”

Esta técnica, também conhecida como o método de Masters e Johnson, parece dolorosa, mas não é. Deve ser aplicada durante algumas semanas ou meses, e será necessária orientação de alguém que conheça o método. Funciona da seguinte forma:

  1. Ser masturbado pelo parceiro(a);
  2. quando o homem estiver quase no clímax, o parceiro do homem segura o pénis, de modo que o polegar esteja mais ou menos onde está o frênulo;
  3. posicionar os dedos anterior e médio do outro lado do pénis (o mais próximo do homem), de modo que o dedo médio fique logo abaixo do início da "cabeça" e o indicador fique logo acima do início da cabeça;
  4. quando o homem está quase no ponto de clímax, ele informa o seu parceiro;
  5. o parceiro aplica uma pequena quantidade de pressão no pénis por 10 a 20 segundos;
  6. depois disso, uma pausa de 30 segundos e então a masturbação continua.

Os passos descritos acima podem ser repetidos algumas vezes, antes que a ejaculação finalmente aconteça. O foco deste método para a ejaculação precoce é o homem retomar o controle sobre o momento do clímax durante a relação sexual.

Quem tentar aplicar este método sem ajuda especializada pode errar a técnica, e nesse caso não será tão eficaz em prolongar a latência ejaculatória. Por esta razão, é importante consultar um profissional treinado antes de iniciar este tipo de tratamento.

  1. A técnica do 'parar e começar' (stop go ou stop-start)

Esta é uma forma de terapia comportamental cognitiva que envolve novamente a masturbação, mas não exige que o parceiro do homem esteja presente. Envolve:

  1. O homem se masturbando com as mãos secas e parando pouco antes de chegar ao ponto do clímax;
  2. o processo é repetido três vezes;
  3. o homem se permite ejacular na quarta tentativa.

A ideia é que, uma vez que o homem tenha mais domínio da ejaculação ao usar o método anterior, que ele faça o mesmo, mas com as mãos molhadas (para simular a sensação de estar dentro do(a) parceiro(a).

Tal como acontece com o método “stop go”, isso ajuda a treinar os processos sensoriais que levam à ejaculação, e a dar ao homem mais controle.

No entanto, em alguns casos, pode ser importante praticar este método como parte de um programa mais amplo de terapia. Pode ser necessário aconselhamento sexual suplementar para ajudar a garantir que a técnica está a ser praticada corretamente.

  1. EMLA Cream

É possível que um médico prescreva um creme anestésico para ajudar a reduzir a sensibilidade no pénis durante o ato sexual. O creme EMLA é um tratamento utilizado principalmente para procedimentos cutâneos menores, mas às vezes é prescrito “sem licença” para tratar a ejaculação precoce.

Porque não é licenciado especificamente para a ejaculação precoce, os fabricantes do creme EMLA (EMLA cream) não fornecem orientações sobre como usá-lo para esta finalidade. No entanto, o seu médico prescritor deve ser capaz de dar-lhe instruções.

É necessária a aplicação de apenas uma quantidade muito pequena de EMLA ao pénis. É muito importante limpar o creme antes da penetração, para que o agente não seja inadvertidamente transferido para o(a) parceiro(a), pois, isto irá induzir sentimentos de dormência interna. Para reduzir ainda mais este risco, recomenda-se também usar um preservativo. O preservativo deve ser colocado depois da aplicação do creme e antes da penetração no(a) parceiro(a).

Um estudo realizado por cientistas turcos tentou determinar a utilização da prilocaína e lidocaína (os agentes no EMLA) na Ejaculação Precoce. Eles observaram que, ao aplicar o creme por 20 minutos e removendo-o antes do sexo, o tempo médio de latência durante a relação sexual aumentou para '6,71' minutos.

No entanto, também notaram que, ao deixar o creme por períodos mais longos, houve perda de sensibilidade, o que à impotência (disfunção erétil). Por esta razão, é importante seguir as instruções do seu médico e usar o EMLA com cuidado.

  1. Priligy

Em alguns casos graves de Ejaculação Precoce, em que as medidas acima não foram eficazes no tratamento dos sintomas, a prescrição médica pode ajudar. Dapoxetina, que é comercializado como Priligy, é um medicamento desenvolvido especificamente para a ejaculação precoce.

É um comprimido que pertence à categoria de medicamentos ISRS (Inibidores Seletivos da Recaptação da Serotonina), que são normalmente usados ​​para tratar a depressão. No tratamento da Ejaculação Precoce, a dapoxetina funciona ao alterar a função da serotonina. A serotonina desempenha um papel importante na comunicação de sinais de prazer no cérebro. Ao mudar a forma como a serotonina funciona, a dapoxetina ajuda o paciente a obter melhor controle sobre quando atinge o clímax.

Mais uma vez, Priligy é indicado apenas em casos graves de Ejaculação Precoce, e só está disponível mediante receita médica.

Quando devo consultar um médico sobre a ejaculação precoce?

Quando sentir que a ejaculação precoce está a afetar o negativamente a sua vida sexual e do seu(sua) parceiro(a). Como discutido anteriormente, a Ejaculação Precoce intermitente ou temporária, geralmente passará por conta própria, sem a necessidade de aconselhamento, terapia ou intervenção médica.

Caso tenha uma Ejaculação Precoce persistente, deve marcar uma consulta com o seu médico. Ele poderá ajudar a determinar o melhor curso de ação no seu caso.

Página revista em:  29/11/2018