Sildenafil é medicamento em comprimido tomado para tratar a disfunção erétil. Disfunção erétil é uma condição prevalente para a qual, antes do surgimento do Sildenafil, o tratamento médico foi limitado a intervenções localizadas genitalmente, incluindo cirurgia, bombas de vácuo, terapias injetáveis ​​e supositórios intrauretrais. A descoberta do sildenafil, ou seja, sua versão de marca Viagra, forneceu uma farmacoterapia oral segura para o tratamento da impotência sexual masculina, gerando uma maior compreensão da ciência por trás da condição e seu papel na saúde geral dos homens.

Doses do Sildenafil

O Sildenafil, como versão genérica do Viagra, foi autorizada em Portugal pela Infarmed em 2014. As doses disponíveis do Sildenafil são as mesmas do seu concorrente de marca. 

Sildenafil 50 mg

Sildenafil 50 mg é a dose inicial recomendada. Esta dose é recomendada para homens saudáveis.  A dose recomendada de 50 mg deve ser  administrada conforme necessário, aproximadamente uma hora antes da atividade sexual. Com base na eficácia e tolerabilidade, a dose pode ser aumentada para 100 mg ou diminuída para 25 mg. A dose máxima recomendada é de 100 mg. A dosagem máxima recomendada é um por dia. Se o Sildenafil for tomado com alimentos, o início da atividade pode ser atrasado em comparação com tomá-lo em jejum.

Sildenafil 25 mg

Quando o paciente corre um risco maior de efeitos secundários, uma das recomendações do médica poderá ser utilizar a dose de 25 mg. Isto permite com que seja possível o médico avaliar não só os efeitos secundários, como os resultados do medicamento. A partir desta avaliação, poderá propor outro tratamento ou aumentar a dose, no caso do resultado fraco e/ou de poucos efeitos colaterais encontrados na dose do Sildenafil 25 mg.

Alguns dos sintomas secundários ligeiros sentidos ao tomar a dose de 50 mg, poderão se dores de cabeça e problemas na visão. Isto fará com que o prescritor indique a dose de 25 mg, ou mesmo outro tratamento.

Sildenafil 100 mg

A dose de 100 mg do Sildenafil é apenas prescrita após o paciente ter experimentado a dose intermediária de 50 mg. Caso a dose intermediária não produza os efeitos desejados na relação sexual, esta dose poderá ser recomendada. Entretanto, deve-se ter em atenção nos efeitos secundários observados na dose de 50 mg. A dose do Sildenafil 100 mg só pode ser indicada caso não tenha acontecido nenhum efeito colateral grave com o uso de 50 mg.

 

Página revista em:  30/10/2020