A clamídia é uma infeção bacteriana, que pode ser sexualmente transmissível, podendo o corpo responder de diferentes formas. 

Por vezes, esta não causa quaisquer sintomas, o que significa que pode sofrer da infeção e transmiti-la a outras pessoas sem saber.

Nos casos em que a clamídia causa sintomas, estes podem variar de acordo com o sexo da pessoa infetada e com o local de infeção.

Com que frequência a clamídia não apresenta sintomas?

Estima-se que cerca de sete em cada dez mulheres com clamídia não apresentem sintomas e que em metade dos homens com a doença esta seja assintomática. Como tal, o nome clamídia deriva da palavra grega “cloak” que significa invisível. 

A ausência de sintomas não deve ser ignorada. Mesmo os casos assintomáticos de clamídia apresentam um risco para a saúde. A infeção pode ser transmitida a outros e pode levar ao desenvolvimento de complicações. 

Por isso, nos casos em que alguém sabe que foi exposto à infeção ou pensa que possa ter sido, mas não estejam presentes sinais, deve ser feito um teste o mais cedo possível.

Sintomas da clamídia em mulheres

Quando a clamídia apresenta sintomas, nas mulheres estes incluem:

  • Dor ao urinar
  • Corrimento vaginal anormal
  • Dor no estômago ou pélvica
  • Hemorragia e dor durante ou após o sexo
  • Hemorragia entre menstruações
  • Ou hemorragia menstrual abundante

Sintomas de clamídia nos homens

Nos homens, os sintomas de clamídia podem incluir:

  • Dor testiscular
  • Dor uretral, irritação ou ardor
  • Dor urinária
  • Ou corrimento pelo pénis

A clamídia pode causar sintomas em outras partes do corpo para além dos genitais?

Sim. O facto de estes ocorrerem depende da natureza da transmissão e do local da infeção. 

Por exemplo, é possível desenvolver conjuntivite por clamídia se os olhos entrarem em contacto com esperma infetado. Os sintomas podem incluir vermelhidão ocular, irritação, inchaço dos tecidos em torno dos olhos e corrimento. 

Quando a transmissão ocorre através do sexo anal, as pessoas que desenvolvem sintomas podem notar dor, irritação e corrimento pelo recto.

Para além disto, o sexo oral pode causar infeção de clamídia na garganta. Contudo, os sintomas nestes casos são raros.

A clamídia pode ser confundida com outras condições?

Existem outras DST que podem causar sintomas semelhantes aos da clamídia

Por exemplo, a gonorreia (que pode também ser assintomática, mas é menos provável de ser do que a clamídia) pode causar corrimento vaginal irregular, corrimento pelo pénis, dor urinária, ardor na uretra e menstruação abundante. 

A tricomoníase, uma doença sexualmente transmissível causada por um parasita, também pode ser assintomática. Porém, quando não é, pode também causar corrimento pela vagina e pelo pénis, dor urinária e desconforto durante o sexo.

Contudo, os testes são capazes de identificar se a infeção de clamídia está presente, permitindo ao médico prescrever tratamento se necessário. Qualquer pessoa a sofrer dos sintomas acima, deve fazer o teste o mais cedo possível.

Em quanto tempo após a infeção irão aparecer os sintomas de clamídia?

O tempo que a clamídia leva a desenvolver sintomas pode variar, tal como já mencionado, estes podem nem sequer desenvolver-se. 

A Associação para o Planeamento Familiar do Reino Unido (FPA) afirma que em muitos casos onde estão presentes sintomas, estes desenvolvem-se uma a duas semanas após a infeção. Contudo, é possível que estes não se manifestem até passarem alguns meses após a transmissão. 

Noutros casos, a condição pode permanecer completamente assintomática até que infete outras áreas do corpo. Se deixada por tratar a clamídia pode causar doença inflamatória pélvica (DIP) e infeções testiculares nos homens, ambas com possíveis efeitos na fertilidade.

Como me posso livrar dos sintomas de clamídia?

Pessoas que recebem um resultado positivo após o teste, são recomendadas a fazer um ciclo antibiótico. Este pode ser prescrito numa dose única, ou como um ciclo de 14 dias. 

Os antibióticos impedem que as bactérias responsáveis pela infeção se multipliquem. Fazem isto ao impedir a produção de proteínas pelas bactérias, necessárias à sua multiplicação e integridade celular. 

Assim que as bactérias forem impedidas de crescer, o sistema imunitário pode atacar as células e destruí-las.

Quanto tempo após o tratamento levam os sintomas de clamídia a desaparecer?

Os sintomas de clamídia irão diminuir a sua gravidade e desaparecer rapidamente assim que começar o tratamento:

  • A hemorragia entre menstruações deve melhorar antes da próxima menstruação.
  • A dor urinária e o corrimento devem melhorar em sete dias.
  • O desconforto testicular ou pélvico deve melhorar pouco tempo após o início do tratamento, porém pode levar 15 dias a desaparecer por completo. 

Se os sintomas não melhorarem ou persistirem, é fundamental consultar novamente um médico, para que este possa avaliar o seu caso e administrar mais tratamento se necessário.

A clamídia desaparece sem tratamento?

Não. É extremamente difícil para o corpo livrar-se da clamídia por si e o risco da infeção causar complicações graves é elevado. Aqueles que também não seguem tratamento também arriscam transmitir a infeção a outras pessoas. 

As pessoas que suspeitam ter contactado com a infeção são fortemente aconselhadas a fazer um teste para a clamídia e se necessário, começar tratamento o mais cedo possível, para limitar o risco de complicações.

Página revista em:  26/10/2017