medir-colesterol

Depende de vários fatores, nomeadamente do seu historial familiar, do seu estado de saúde geral e do seu estilo de vida.

As pessoas com mais de 40 anos devem normalmente medir o seu colesterol de 5 em 5 anos. Contudo, se sofre de colesterol alto, o mais provável é que este tenha de ser medido mais frequentemente, normalmente uma vez por ano.

O seu médico poderá informar com que frequência deve medir o seu colesterol.

Neste artigo iremos abordar:

  1. Quem deve medir o colesterol
  2. Porque motivo conhecer os seus níveis de colesterol é importante
  3. Como são feitos os testes ao colesterol
  4. O que significam os resultados
  5. Quais as causas do colesterol elevado
  6. E o que pode fazer para manter o seu colesterol em níveis saudáveis

Quem deve medir o colesterol

Algumas pessoas têm de medir os seus níveis de colesterol de forma regular. Neste grupo incluem-se:

  • Pessoas com mais de 40 anos devem medir o seu colesterol pelo menos uma vez a cada 5 anos.
  • Familiares de pessoas diagnosticadas com hipercolesterolemia familiar. Nestes casos, o médico pode sugerir que os níveis de colesterol sejam medidos mais cedo. No caso de crianças com um dos progenitores ou ambos com hipercolesterolemia familiar, os níveis de colesterol devem ser medidos pela primeira vez antes dos 10 anos.
  • Pessoas com historial familiar de doença cardiovascular ou doenças relacionadas com o colesterol alto
  • Pessoas com excesso de peso ou obesidade
  • Pessoas com hipertensão arterial
  • Pessoas com diabetes
  • Pessoas com condições que possam causar níveis elevados de colesterol no sangue, como doença renal, pancreatite ou hipotiroidismo
  • Pessoas que estejam a tomar medicamentos para reduzir o colesterol devem medir o seu colesterol pelo menos de 12 em 12 meses.

Porque motivo conhecer os seus níveis de colesterol é importante?

O colesterol alto não leva normalmente a sintomas óbvios. Por este motivo, é pouco provável que saiba se sofre deste problema sem fazer análises ao sangue.

Níveis elevados de lipoproteínas de baixa densidade (LDL), também conhecidas como “mau” colesterol, combinadas com níveis insuficientes de proteínas de alta densidade (HDL), também conhecidas como “bom” colesterol podem causar a formação de depósitos nas paredes arteriais.

O desequilíbrio entre o bom e o mau colesterol pode levar a complicações de saúde graves como a angina, a doença cardíaca e o AVC.

Se tem conhecimento dos seus níveis de colesterol, pode tomar medidas para que estes sejam mantidos em níveis saudáveis, como fazer alterações ao seu estilo de vida ou dieta.

Nos casos em que alguém sofre de colesterol elevado que não responde a alterações ao estilo de vida, podem ser recomendados medicamentos.

Como são feitos os testes ao colesterol?

Na maioria dos casos, estes testes são feitos após uma recolha de sangue que é enviada para um laboratório de análises. Nalguns casos pode-lhe ser pedido que não coma nenhum alimento 10-14 horas antes de tirar sangue.

O que significam os resultados?

O colesterol é medido em miligramas por decilitro (mg/dL). Quando os seus níveis de colesterol são avaliados, vários resultados indicam diferente informação.

MedidaO que indica?Resultado ideal
Colesterol totalQuantidade total de colesterol no sangueInferior a 190 mg/dL ou a 175 mg/dL em pacientes com doença coronária
Colesterol HDLQuantidade de “bom” colesterol no sangue45-65 mg/dL nas mulheres e 33-55 mg/dL nos homens
Colesterol das LDLQuantidade de “mau” colesterol no sangueInferior a 115 mg/dL ou inferior a 100 mg/dL em pacientes com doença coronária
TriglicéridosIndicam a forma como o corpo é capaz de absorver gordura a partir do sangue, após um refeiçãoInferior a 150 mg/dL

 

Que fatores causam colesterol alto?

A dieta e o estilo de vida podem ter um impacto direto nos seus níveis de colesterol.

Os seguintes fatores podem aumentar a quantidade de mau colesterol presente no sangue ou afetar o rácio entre bom e mau colesterol:

  • Fumar
  • Ingerir uma dieta rica em gordura saturada
  • Levar um estilo de vida sedentário
  • Sofrer de excesso de peso ou obesidade
  • Sofrer de acumulação de gordura abdominal

Tal como mencionámos anteriormente, algumas condições médicas como a diabetes, a doença renal e os problemas de fígado podem ter efeitos nos níveis de colesterol. Existem também certos tipos de medicamentos que podem aumentar os níveis de colesterol como os imunosupressores, os esteroides, os bloqueadores beta e os antidepressivos. 

Os níveis de colesterol também aumentam com o envelhecimento e as mulheres na menopausa podem notar alterações nos seus níveis de colesterol.

O que posso fazer para manter níveis ideais de colesterol?

É possível diminuir o colesterol sem medicamentos.

Fazer uma alimentação saudável e equilibrada pode contribuir para níveis ideais de colesterol. Por exemplo:

  • Incluir na dieta bastantes vegetais, fruta e cereais integrais
  • Reduzir a quantidade de álcool que bebe
  • Evitar comidas processadas 

Todas estas medidas podem ser benéficas.

Ingerir alimentos ricos em gorduras saturadas pode contribuir para níveis elevados de colesterol, pelo que é importante não ultrapassar a dose máxima de referência, que corresponde a 20g por dia.

Fumar também aumenta o colesterol. Se fumar, o seu médico poderá encorajar a que deixe de fumar, independentemente de sofrer de colesterol elevado ou não. Deixar de fumar pode ser difícil, porém, existem vários métodos disponíveis para tornar este processo mais fácil. 

A atividade física regular pode fornecer inúmeros benefícios de saúde, um deles é aumentar os níveis de bom colesterol presentes no sangue. Não é preciso ir frequentemente ao ginásio para aumentar a sua atividade física. Por exemplo, pode optar por algumas alterações ao seu estilo de vida, que podem fazer a diferença, como sair uma paragem de autocarro mais cedo ou estacionar o carro mais longe do habitual, para que possa caminhar até ao seu destino. 

Pode também consultar o seu médico de família para saber como é que a alimentação e o exercício físico podem ajudar a reduzir os níveis de colesterol ou a mantê-los em níveis saudáveis. Se o seu médico achar que os seus níveis de colesterol não estão bem controlados, pode-lhe ser recomendado tratamento para reduzir o colesterol como as estatinas. O seu médico irá verificar os seus níveis de colesterol de forma regular se começar um ciclo de tratamento.