Ambos Saxenda e Orlistato são medicamentos para perda de peso. O Orlistato funciona a reduzir a quantidade de gordura que o seu corpo absorve quando come, enquanto Saxenda ajuda o pâncreas a liberar insulina quando os níveis de açúcar no sangue ficam muito altos e também diminui o apetite reduzindo a velocidade com que o estômago processa os alimentos. Esta página descreve as principais diferenças entre estes dois medicamentos.

Saxenda

O Saxenda é usado em combinação com uma dieta de baixa caloria e um plano de exercícios para permitir que pessoas com sobrepeso ou obesas percam peso devido a uma condição médica relacionada ao peso que possam ter. É classificado como um medicamento mimético da incretina (GLP-1). Apesar de os miméticos de incretina poderem ser usados para tratar diabete tipo 2, Saxenda não pode ser usado desta forma.

Saxenda vem sob a forma de uma injeção já preparada que é inserida na pele uma vez por dia. O curso do tratamento pode levar entre 6 e 12 semanas. A primeira dose é de 0,6 mg por dia e é aumentada em incrementos de 0,6 mg por semana até atingir a dose máxima de 3 mg. Recomenda-se interromper o tratamento se 5% do peso corporal inicial não for perdido após 12 semanas.

Num ensaio clínico de 56 semanas que mediu a eficácia do saxenda de 3731 pacientes com um IMC ≥30 ou ≥27, os pacientes receberam saxenda ou placebo e todos receberam uma dieta hipocalórica. 62% dos pacientes que tomaram saxenda perderam 5% ou mais do peso corporal.

Saxenda funciona a simular o efeito de uma hormona que o corpo produz naturalmente, chamado peptídeo semelhante ao glucagon. Esta hormona faz com que sinta menos fome, pois, regula o seu apetite. Então Saxenda age da mesma forma e ajuda a perder peso com a combinação de uma dieta de baixa caloria.

Apesar do efeito que Saxenda pode ter na regulação do apetite, há um grau de força de vontade no processo da perda de peso. A quantidade de calorias que consome é direcionada pelo seu apetite, que é um comportamento que não pode ser inteiramente diminuído por Saxenda.

Em termos de efeitos secundários, os mais comuns relatados sobre o Saxenda são náusea e diarréia.

Orlistato

O Orlistato pertence a uma classe de medicamentos chamados inibidores da lipase. É a versão genérica do Alli. Estes funcionam ao impedir os intestinos de absorver gorduras da comida, a gordura que não foi absorvida é então passada para fora do corpo nas fezes.

Ele vem na forma de um comprimido que é tomado por via oral. É tomado 3 vezes ao dia com uma refeição e aconselha-se que seja combinado com uma refeição que contenha gordura, caso contrário, não tome a dose.
Num teste semelhante ao de Saxenda, o Orlistato reduziu o peso numa média de 2,9 kg. 21% dos 10.631 participantes perderam mais de 5% do seu peso corporal e 12% perderam mais de 10% do seu peso corporal. 

Em outro estudo, 80 pacientes receberam 120 mg de Orlistat 3 vezes ao dia e tiveram o seu peso, circunferência da cintura, IMC e colesterol medidos. Eles perderam uma média de 4,6 kg, 1,9 kg / m² IMC, 4,84 cm de circunferência da cintura e 10,68 mg a menos de colesterol. 

Da mesma forma que Saxenda, o Orlistato não funciona sem a ajuda de uma dieta de baixa caloria. O Orlistato funciona apenas no estômago e não tem efeito sobre as hormonas que regulam o apetite, por isto pode exigir uma atenção maior do que o Saxenda.

Os efeitos secundários mais comuns do Orlistato são problemas com a passagem de gordura nas fezes. No entanto, isto é menos provável com uma dieta com baixo teor de gordura.

Mais informações sobre a Obesidade:

  1. Tratamentos disponíveis para a Obesidade
  2. Como funcionam os comprimidos para perder peso
  3. Hábitos Alimentares para perder peso
  4. Tipos de Exercício para perder peso
  5. Condições médicas e aumento de peso

Página revista em:  20/05/2019