Os exercícios mais indicados para perder peso incluem uma combinação de exercício aeróbico com treino de força.

As recomendações do serviço nacional de saúde britânico são:

  • 150 minutos por semana de exercício aeróbico moderado ou 75 minutos de atividade intensa
  • exercícios de força em dois ou mais dias por semana.

Contudo, esta rotina de exercício deve ser acompanhada por uma dieta equilibrada.

Porque devemos fazer exercício?

O exercício pode fornecer vários benefícios.

Pode reduzir as suas hipóteses de desenvolver doenças graves, como a doença cardíaca, a diabetes tipo 2 e certos tipos de cancro.

Este também tem efeitos no bem-estar geral. O estado físico do corpo pode afetar a forma como pensamos, de forma a que os pensamentos e sensações possam causar reações físicas. 

O exercício moderado estimula a libertação de dopamina e serotonina pelo cérebro. Estas substâncias químicas contribuem para a melhoria do humor.

A maioria das pessoas que mantém um estilo de vida ativo notam também melhorias no seu estado de espírito. Pelo contrário, pessoas que não praticam atividade física, são mais sujeitas a depressão, mau-humor e ansiedade

Nas gerações mais recentes, a raça humana tornou-se menos ativa fisicamente. Muitas pessoas passam mais de sete horas sentadas diariamente, sendo que cada vez mais profissões consistem nesta posição em frente ao computador, sem qualquer trabalho a nível físico.

Por este motivo, a atividade física requere nos dias de hoje algum sacrifício, sendo algo a que a maioria das pessoas tem de dedicar algum tempo.

Dedicar tempo ao exercício é fundamental para as pessoas que tentam perder peso, principalmente se têm profissões que se caracterizam por longos períodos de inatividade.

Exercício para perder peso

Para perder peso com exercício é necessário criar um défice de calorias, onde elimina mais calorias do que aquelas que consome.

O The National Institute for Health and Care Excellence (NICE) suporta alterações ao estilo de vida sustentáveis, em vez de planos para emagrecer de forma rápida. As dietas drásticas são frequentemente difíceis de manter e apesar de apresentarem resultados iniciais, o aumento de peso é notável assim que são interrompidas 

A atividade física desempenha um papel importante no controlo do peso. As pessoas que não são fisicamente ativas têm uma maior probabilidade de ganhar peso.

O serviço de saúde britânico sugere que os adultos realizem tanto exercício físico aeróbico como treino de força todas as semanas, para se manterem saudáveis e melhorarem a sua saúde.

Este pode incluir 150 minutos de exercício aeróbico moderado ou cardio (que pode incluir andar rápido, bicicleta ou nadar) e dois ou mais dias por semana de treino de força (como levantar pesos leves, yoga ou exercícios que trabalhem com o peso do corpo).

Cardio (atividade aeróbica):

  • Queima calorias
  • Aumenta a stamina
  • Fortalece os músculos cardíacos
  • Reduz o colesterol

Exercícios de força:

  • Aumenta a tonicidade muscular
  • Aumenta a flexibilidade e o equilíbrio
  • Aumenta o metabolismo

Um plano de exercício que combine exercícios de ambos os tipos, pode ajudar no controlo de peso.

Uma massa muscular elevada pode contribuir para um metabolismo mais rápido, que permite que mais calorias sejam eliminadas durante a atividade física.

Contudo, fazer demasiada atividade aeróbica pode levar a que o seu corpo armazene gordura, uma vez que tem como objetivo a resistência em vez do aumento da massa muscular. Demasiado cardio pode também reduzir os seus níveis de energia e levar a que o corpo aqueça demasiado em compensação.

Dieta vs. exercício

Na verdade, manter ou conseguir um peso saudável não deve ser assentar apenas na dieta ou no exercício físico. Em vez disso, uma combinação dos dois é o mais indicado para conseguir resultados positivos.

Uma dieta nutritiva e variada em conjunto com exercício físico regular devem criar as bases para uma vida saudável.

Página revista em:  24/10/2017