A Tricomoníase é uma infeção genital causada pelo Trichomonas vaginalis. Esta infeção pode causar vaginite nas mulheres e uretrite nos homens, entre outros tipos de infeção. O parasita que causa esta infeção é geralmente transmitido por relações sexuais desprotegidas ou partilha de brinquedos sexuais. Em Portugal, não é uma DST tão conhecida e também não há muita pesquisa sobre o assunto, porém, afeta muitas pessoas. A importância de procurar tratamento é porque esta condição pode aumentar o risco a contrair outras DST, como o VIH.

Quais são os sintomas da Tricomoníase?

Sintomas da Tricomoníase em mulheres:

  1. Descarga vaginal anormal, ou seja, mais grossa ou mais fina, ou em cores amareladas e esverdeadas;
  2. Mais descarga que o normal e com odores fortes;
  3. Dor e coceira à volta da vagina;
  4. Dor e desconforto ao urinar ou nas relações sexuais.

Sintomas da Tricomoníase em homens:

  1. Dor ao urinar e ejacular;
  2. Urinar mais do que o de costume;
  3. Descarga branca e fina do pénis;
  4. Dor, inchaço e vermelhidão em volta da cabeça do pénis (balanite) ou no prepúcio (balanopostite).

Caso sinta alguns desses sintomas, deve procurar o seu médico para uma avaliação e possíveis análises.

Como é feito o diagnóstico da Tricomoníase?

A Tricomoníase não é fácil de diagnosticar, pois, partilha sintomas com outras DST. Deve ir à sua clínica de saúde sexual ou visitar o seu ginecologista/urologista para ser fisicamente examinado e, de acordo com este exame, serão feitos análises em laboratório.

Caso teste positivo para tricomoníase é importante notificar os seus parceiros sexuais (atuais e recentes) para que possam também realizar um teste.

Qual o melhor tratamento para a Tricomoníase?

A Tricomoníase é tratada com medicamentos antibióticos, geralmente com o Metronidazol (genérico) ou Flagyl (de marca), que são tipos de nitroimidazol. Na maioria dos casos, o tratamento é feito por 5 a 7 dias, duas vezes ao dia, mas os antibióticos podem ser também prescritos uma vez por dia com dosagem única maior.

O metronidazol pode causar um gosto metálico na boca ou enjoo. É recomendável tomá-lo após uma refeição. Caso os enjoos evoluam para vómitos, deve consultar o seu médico, pois, neste caso o tratamento não será eficaz, pois, os comprimidos poderão não ser digeridos a tempo.

Não deve consumir bebidas alcoólicas ao tomar metronidazol e por até 3 dias após o fim do tratamento, pois, a interação pode causar aceleração dos batimentos cardíacos, náusea e vómito.

Caso lhe tenha sido prescrito uma dosagem única, deve evitar ter relações sexuais por 7 dias após a toma do medicamento.

Posso pegar Tricomoníase mais de uma vez?

Sim. O fato de ter tido e ter feito um tratamento bem-sucedido não significa que estará imune à infeção. A melhor forma de prevenir contrair a infeção novamente é através da prática do sexo seguro.

Página revista em:  23/05/2019