Existem quatro formas diferentes de tomar o PrEP. O método dependerá em grande parte de como e quando planeja ter relações sexuais.

Atualmente, o único método licenciado de tomar Truvada é como um tratamento diário. Um paciente pode tomá-lo das outras formas descritas abaixo, mas, em tais casos, o médico precisará prescrevê-lo “sem-licença”.

Se não tem certeza sobre a melhor forma de tomá-lo, consulte o seu médico.

Nesta página, explicaremos as diferentes formas de tomar Truvada e iremos dizer para quais casos cada um dos métodos abaixo é mais indicado:

Uso diário
4 vezes por semana
Sob demanda (ou dosagem baseada em eventos)
7-7-7

Uso diário

Este método envolve tomar Truvada uma vez por dia, à mesma hora todos os dias. No entanto, se tomar o comprimido algumas horas antes ou depois, isto não afetará a sua eficácia.

As pessoas que praticam sexo vaginal ou anal podem usar este método.

O tempo inicial necessário para o seu efeito no uso diário é de uma semana, o que significa que o medicamento atingirá a sua eficácia máxima depois de o ter tomado durante sete dias seguidos.

Portanto, deve esperar até ter tomado PrEP por sete dias antes de ter novas relações sexuais, pois, isto pode colocá-lo(a) em risco.

O método de uso diário demonstra ter a maior taxa de eficácia nos estudos realizados. Tomar PrEP seis dias por semana é o requisito mínimo para se proteger da transmissão que ocorre através do sexo vaginal. Então, se lhe foi aconselhado tomar PrEP diariamente, mas esquece
Ocasionalmente de tomar uma pílula, ainda é possível que esteja protegido (consulte a frequência com o seu médico).

4 Vezes por Semana

Neste método é indicado tomar um comprimido às:

  • Terças
  • Quintas
  • Sábados
  • Domingos


Durante a primeira semana de tratamento, ainda é recomendável que tome um comprimido por dia e, em seguida, tome nesta sequência de dias.

Esta forma de tomar PrEP é adequada para pessoas que praticam sexo anal, mas não para pessoas que praticam sexo vaginal.

Acredita-se que esse método ofereça um bom nível básico de proteção e seja quase (mas não totalmente) tão eficaz quanto o uso diário. Assim, pode ser preferível para as pessoas que planejam se envolver em relações sexuais menos frequentemente (por exemplo, uma ou duas vezes por mês).

Outro benefício deste método é que, para as pessoas que estão a ter relações sexuais com menos frequência, oferece um bom nível de proteção a um custo geral mais baixo (após o período de acompanhamento, estará a tomar 16 comprimidos a cada quatro semanas, ao invés de 28, por isso não terá de pedir tantos comprimidos).

Se prevê que vai fazer sexo com mais frequência, pode aumentar a dose para o uso diário.

Sob demanda

Este método é às vezes é chamado de Dosagem Baseada em Evento.

Não é adequado para o sexo vaginal, mas pode ser considerado por homens que tomam o medicamento um dia antes do sexo anal sem camisinha:

  • tome dois comprimidos entre 2 e 24 horas antes de ter relações sexuais
  • tomar outro comprimido 24 horas após
  • depois outro comprimido novamente 24 horas depois
  • se planeja continuar fazendo sexo sem preservativo, continue a tomar o comprimido a cada 24 horas até passar dois dias inteiros sem sexo.

As pessoas que têm hepatite B não devem usar este método, porque parar e iniciar o tratamento pode causar picos na atividade da doença (e, por sua vez, problemas no fígado).

Existe apenas um estudo sobre este método, portanto, não é ainda um método garantido em relação aos outros que apresentamos neste artigo.

7-7-7

Pode ser considerado para uso por aqueles que planejam antecipadamente ter sexo vaginal:

  • estar num ambiente (como um país estrangeiro) onde o VIH é mais comum;
  • envolver-se com um ou mais parceiros sexuais casuais cujo estado de VIH não é conhecido;
  • usar substâncias que possa torná-lo menos propenso a praticar sexo com segurança.

Este método envolve:

  • tomar um comprimido por dia durante os 7 dias anteriores ao período de maior risco
  • continuar a tomar um comprimido por dia durante o período de maior risco (enquanto estiver no exterior, por exemplo)
  • depois tomar um comprimido por dia durante os 7 dias após o período de maior risco (por exemplo, depois de voltar para casa).


    O período inicial de uma semana permite que o medicamento aumente a sua eficácia antes do período de maior risco.
Página revista em:  23/11/2018