O Cialis é um medicamento sujeito a receita médica popular, usado pelos homens para tratar a disfunção erétil.

Porém, existem fatores como o seu estado de saúde, medicamentos que está a tomar e potenciais efeitos secundários que podem tornar o Cialis contraindicado a alguns homens.

Obtenha uma receita médica

Primeiro é importante lembrar-se que apenas pode comprar e usar Cialis com uma receita médica de um médico registado. Isto permite garantir o uso em segurança do medicamento.

Condições de saúde

  • Existem algumas condições de saúde em particular que indicam que não deve tomar Cialis.
  • Não deve tomar Cialis se tem alergia ao tadalafil ou a outra das suas substâncias.
  • Se sofre de uma doença cardíaca grave ou sofreu um ataque cardíaco recentemente (dentro de 90 dias) não deve tomar este medicamento.
  • Os homens que sofreram um AVC nos últimos seis meses e aqueles que sofrem de hipotensão (tensão arterial baixa) ou hipertensão mal controlada (tensão arterial alta) não estão aptos a tomar Cialis. Isto deve-se ao Cialis aumentar o esforço cardíaco, o que pode ser perigoso, especialmente durante a atividade sexual.
  • Outra contraindicação do Cialis é uma condição denominada neuropatia ótica isquémica anterior não arterítica (NOIA-NA), que pode causar perda de visão, sendo por vezes referida como AVC do olho. O seu médico deverá ser informado sobre quaisquer problemas de visão que sofreu no passado. 

O seu médico também tem de ser informado se tem ou alguma vez teve:

  • Anemia falciforme
  • Mieloma múltiplo
  • Leucemia
  • Deformidade no pénis
  • Doença renal ou hepática.

O seu prescritor irá avaliar a adequação do Cialis de acordo com o seu estado de saúde atual e o seu historial médico.

Interações medicamentosas

  • Os pacientes a tomar nitratos devem evitar o Cialis. Este tipo de medicamentos é usado para tratar a angina peitoral ou a dor no peito. Foi notado que o Cialis pode aumentar os efeitos destes medicamentos.
  • O Riociguat é um medicamento usado para tratar certos problemas de coração. Este é conhecido por interagir de forma perigosa com o Cialis, pelo que ambos não podem ser prescritos ao mesmo tempo. A interação pode diminuir a tensão arterial, podendo causar um desmaio ou até mesmo um ataque cardíaco.

O uso de outros medicamentos pode também ter um impacto na adequação do Cialis. O seu médico tem de ser informado se estiver a tomar algum dos seguintes:

  • Medicamentos para a hipertensão arterial como os bloqueadores alfa;
  • Inibidores da 5-alfa redutase;
  • Comprimidos de cetoconazol;
  • Inibidores da protease;
  • Fenobarbital;
  • Fenitoína;
  • Carbamazepina;
  • Rifampicina;
  • Eritromicina;
  • Claritromicina
  • Itraconazol.

É também importante mencionar se está a usar ou já usou outros tratamentos para a disfunção erétil.

Efeitos secundários

Todos os medicamentos têm o potencial de causar efeitos secundários, apesar de nem todos os utilizadores os sofrerem.

Contudo, se tomar Cialis e sofrer:

  • Uma reação alérgica,
  • Dor no peito,
  • Ereção prolongada e dolorosa
  • Perda temporária de visão

Não deve continuar o tratamento e deve procurar ajuda médica imediatamente. Apesar de serem na sua maioria pouco comuns, estes efeitos secundários podem indicar que o Cialis não é uma opção indicada.

Página revista em:  23/10/2017