Mirena

Levonorgestrel

O Mirena é um SIU (sistema intrauterino) disponível em Portugal e fabricado pela Bayer. Fornece uma contraceção eficaz para a sua utilizadora até cinco anos.

O Mirena terá de ser colocado por um médico ou enfermeira qualificados, por este motivo, não dispomos deste método pelo nosso serviço. Para saber mais sobre o Mirena, marque uma consulta com o seu médico ou centro de planeamento familiar.

Classificação do Trustpilot 9,3 em 10
52mg

No Mirena estão presentes 52mg de levonorgestrel. Este é libertado no corpo a uma taxa de 20mcg por dia.

226
Encomende agora e receba segunda-feira 22 janeiro

O Mirena é um SIU (sistema intrauterino) disponível em Portugal e fabricado pela Bayer. Fornece uma contraceção eficaz para a sua utilizadora até cinco anos.

O Mirena terá de ser colocado por um médico ou enfermeira qualificados, por este motivo, não dispomos deste método pelo nosso serviço. Para saber mais sobre o Mirena, marque uma consulta com o seu médico ou centro de planeamento familiar.

Encomende agora - os nossos médicos aguardam o seu pedido
  • Consulta médica segura O seu caso é avaliado confidencialmente por um médico registado
  • Medicamentos enviados por uma farmácia no Reino Unido A nossa farmácia regulada atua ao melhor nível possível
  • Envio no dia seguinte Todos os pedidos são enviados por entrega expresso em 24 horas
Descrição

O Mirena é um dispositivo contracetivo fabricado pela Bayer. É uma pequena peça de plástico em forma de T, que é inserida na vagina. Uma vez colocado, o dispositivo ou SIU, permanece ativo durante 5 anos. Atua ao libertar lentamente o seu princípio ativo, uma hormona sintética, no corpo durante um período prolongado de tempo. Isto fornece proteção contra a gravidez da mesma forma que a pílula normal ou o adesivo.

No corpo feminino, as hormonas desempenham um papel crucial ao preparar o sistema reprodutivo para a gravidez, todos os meses. A progesterona regula quando o óvulo é libertado e quando está disponível para fertilização, bem como atua no espessamento da parede uterina. Quando os níveis desta hormona diminuem, todos os meses, o óvulo é libertado pelo ovário, o endométrio cresce e o corpo prepara-se para a conceção.

Os contracetivos hormonais controlam este processo. No Mirena, o princípio ativo é uma hormona chamada levonorgestrel. Esta funciona como um substituto para a os níveis naturais de progesterona quando estes caem. Os ovários respondem à presença desta hormona artificial ao não libertarem um óvulo, para que não ocorra a fertilização. A presença desta hormona também diminui o revestimento da parede uterina, também conhecida como endométrio, para que se mantenha fino e não ocorra a implantação e desenvolvimento do óvulo fertilizado. Uma terceira função desta hormona é o espessamento do muco cervical, uma vez que este impede que os espermatozoides viajem até ao óvulo livremente. 

Este tratamento é muito eficaz a prevenir a gravidez. A sua aplicação deve ser feita por um especialista qualificado, como um médico ou enfermeira de planeamento familiar. Uma vez inserido, irá fornecer contraceção até 5 anos. Por vezes, o Mirena é prescrito para reduzir o desconforto associado a períodos abundantes (para além de fornecer contraceção). Devido à sua qualidade hormonal, é útil e eficaz como forma de terapia hormonal de substituição para mulheres mais velhas.

Em Portugal, o Mirena é um de dois tratamentos contracetivos SIU originais atualmente disponíveis . Contudo, não está disponível pela nossa farmácia localizada no Reino Unido, uma vez que a sua aplicação deve ser feita por um profissional de saúde qualificado. É também necessário realizar alguns testes antes de ter um SIU como o Mirena inserido, de forma a reduzir o risco de complicações. Para saber mais, recomendamos que fale com o seu médico ou enfermeira de planeamento familiar.

Comprar
Página revista em:  17/11/2017
Instruções

Leia sempre a bula do medicamento antes de optar por este tratamento. Ao fazê-lo estará a maximizar a sua eficácia e a reduzir o risco de efeitos secundários.

  1. Tenha em atenção que não pode colocar o Mirena por si própria. Um médico ou enfermeira terão de o fazer numa clínica.
  2. Pode ser necessário que faça vários exames antes de aplicar o Mirena, para garantir que está indicado para si.
  3. Consulte a bula para determinar a melhor altura para a aplicação do tratamento.

Estas instruções servem apenas de guia e não constituem uma lista detalhada. Consulte a informação presente na bula para informação específica sobre este tratamento.

Download Mirena bula do medicamento

Página revista em:  17/11/2017
Efeitos Secundários

Um profissional qualificado, tal como um médico ou enfermeira de planeamento familiar, terá de fazer a aplicação do Mirena. Se sofrer de efeitos secundários que a preocupem ou notar sinais de reação alérgica ou algo pouco comum, deve informar o seu médico imediatamente.

Se sofrer de algum dos seguintes, consulte o seu médico imediatamente: dor severa ou febre após a inserção, hemorragia contínua, dor abdominal baixa, hemorragia inesperada e dor ou dificuldades durante o sexo.

Muito Comuns (1 em 10 mulheres ou mais):
Hemorragia vaginal ou spotting, períodos menstruais ligeiros ou infrequentes.

Comuns (1 em 10 mulheres ou menos):
Períodos dolorosos, quistos no ovário, alterações de peso, alterações de humor, dores de cabeça ou enxaquecas, dor pélvica, abdominal ou na zona lombar, náusea, acne, aumento dos pelos corporais ou faciais, perda de libido, inflamação vaginal ou corrimento e dor mamária.

Pouco comuns (1 em 100 mulheres ou menos):
Infeção, inflamação do cérvix, inchaço do abdómen, pernas e tornozelos, perda de cabelo, eczema ou cloasma.

Raros (1 em 1000 mulheres ou menos):
Erupções cutâneas.

A informação aqui fornecida é apenas um guia. Uma lista completa dos efeitos secundários pode ser consultada na bula do medicamento.

Usar Mirena com outros medicamentos

Quando realizar a consulta para este tratamento, deve assegurar-se de que informa o seu prescritor se estiver a tomar outros medicamentos, uma vez que estes podem afetar a sua eficácia ou vice-versa. Da mesma forma, informe o seu médico de que usa Mirena quando lhe forem prescritos outros medicamentos, uma vez que pode ser necessário um tratamento alternativo.

Este produto pode interagir com os seguintes: fenobarbital, primidona, fenitoína ou carbamazepina (tratamentos para a epilepsia), griseofulvina (um medicamento antifúngico), rifampicina ou ributamina (antibióticos) e nevirapina ou efavirens (tratamentos para o HIV).

Condições a ter em conta

Algumas condições podem tornar o Mirena contraindicado. Informe sobre o seu historial médico ao seu médico prescritor antes da aplicação deste tratamento.

Não use Mirena se tiver ou tiver tido alguma das seguintes condições: qualquer tipo de cancro ou suspeita de cancro, doença inflamatória pélvica, inflamação do cérvix, corrimento vaginal pouco usual, infeção do útero a seguir a um aborto, leucemia (a menos que em remissão), qualquer condição que aumente o seu risco de infeção, crescimentos anormais no útero, problemas de fígado ou doença trofoblástica.

Adicionalmente, o Mirena deve ser evitado como terapia hormonal de substituição caso tenha tido um ataque de coração ou AVC.

Pode não estar indicada a usar Mirena se sofre ou já sofreu de: enxaquecas com aura, icterícia, tensão arterial elevada, leucemia, terapia esteroide de longo termo, gravidez ectópica, quistos nos ovários, doença arterial, coágulos sanguíneos, AVC, ataque cardíaco e quaisquer problemas de coração.

Página revista em:  17/11/2017
Perguntas Frequentes

Posso beber álcool?

Sim. O álcool não é conhecido por afetar a eficácia do tratamento.

Poderei conduzir?

Sim. O Mirena não deve afetar a sua capacidade de conduzir. Por favor tenha em conta que algumas mulheres podem sofrer de tonturas após a sua aplicação. Neste caso, aconselha-se a que não conduza. Também pode causar efeitos secundários que possam tornar a condução insegura. No caso destes ocorrerem, não conduza e procure ajuda médica imediatamente.

Posso tomar este medicamento durante a gravidez?

Não. Não está indicado para mulheres grávidas ou que pensem estar grávidas.

Informe o seu médico antes da aplicação no caso de estar a amamentar, uma vez que pode não estar indicado.

Posso ter alergia a este medicamento?

O Mirena contém levonorgestrel, polidimetilsiloxano e sulfato de bário. Não use este tratamento se tem alergia a alguma destas substâncias.

Está disponível para venda livre?

Não. O Mirena é um tratamento sujeito a receita médica, que apenas pode ser aplicado por um profissional qualificado.

Está indicado para mim?

Se quiser saber se o Mirena é o tipo de contraceção mais indicado para si, consulte o seu médico.

Página revista em:  17/11/2017
O nosso serviço

Consulta. Receita. Entrega. Satisfação.

  • Médicos registados
  • Medicamentos Originais
  • Entrega em 24 horas
  • Dados e Pagamentos Seguros
  • Farmácia registada
  • Repetir Pedidos

Prometemos manter os seus dados seguros e privados. Nunca iremos vender a sua informação ou partilhá-la com terceiros. Qualquer que seja o tratamento que encomende, faremos o envio numa embalagem sem referências através do nosso serviço de entregas expresso.

A entrega de todos os pedidos está incluída no preço. Após o seu pedido ter sido enviado, ser-lhe-á fornecido um número de rastreio, permitindo que siga o progresso da sua encomenda a qualquer momento. Fazemos a entrega em dentro de 24 horas após a aprovação do nosso médico.

Processo simples
Conseguir o tratamento que precisa nunca foi tão fácil com o nosso serviço online rápido e simples.
  • Procure o seu medicamento

    Encontre o tratamento que precisa.
  • Preencha um breve questionário

    Um médico registado irá rever as suas respostas.
  • Entrega em 24 horas na sua morada

    Entrega no dia seguinte. Todos os pedidos são enviados por entrega expresso.
  • Repetir o seu pedido é fácil

    Mantemos os seus dados seguros para que possa voltar a encomendar facilmente.

Não foram encontrados resultados. Pode encontrar todos os nossos tratamentos em aqui