A maioria das pessoas diagnosticadas com asma controla a condição com medicamentos. Os tipos mais comuns são os inaladores preventivos e os inaladores de alívio.

Quais são os diferentes tratamentos para a asma?

A maioria das pessoas diagnosticadas com asma consegue controlar a condição com medicamentos. Os tipos mais comuns de tratamento incluem inaladores de alívio e preventivos. Contudo, nalguns casos podem ser prescritos inaladores de longa ação, combinados e não-esteroides. Criámos um pequeno guia onde estão incluídos os principais tratamentos disponíveis e como funcionam.

O que são inaladores de alívio?

A todos os asmáticos são prescritos inaladores de alívio para ajudar a aliviar sintomas como o aperto no peito, falta de ar e pieira. Os inaladores de alívio têm normalmente uma cor azul e são usados para ajudar a relaxar rapidamente os músculos das vias respiratórias, aliviando os sintomas. Os principais princípios ativos são o salbutamol e a terbutalina, conhecidos como broncodilatadores. Os inaladores de alívio estão disponíveis em várias marcas, como o Airomir, o Salamol, o Salbutamol, o Ventilan e o Bricanyl. Este tipo de inaladores deve ser mantido junto da pessoa, caso sejam necessários numa situação de emergência. Utilizar um inalador de alívio mais de três vezes por semana indica que a sua asma não está bem controlada. Deve contactar o seu médico, que lhe poderá também recomendar um inalador preventivo.

O que são inaladores preventivos?

Os inaladores preventivos têm normalmente uma cor castanha e são usados de forma regular (geralmente duas vezes por dia) para impedir o desenvolvimento de um ataque de asma. Os inaladores preventivos permitem que uma dose de medicamentos corticosteroides seja administrada diretamente nas vias aéreas e nos pulmões, de forma a reduzir a inflamação. Os benefícios do medicamento podem levar até duas semanas a ser notados. É importante continuar a tomar o seu medicamento tal como indicado pelo seu médico, mesmo que se sinta melhor. Deve tentar criar uma rotina de utilização do seu inalador preventivo, para que este se torne um hábito difícil de esquecer. Nem todos os asmáticos requerem um inalador preventivo.

O que são inaladores de alívio de longa ação?

Os inaladores de alívio de longa ação podem ser prescritos como um tratamento adicional ao seu inalador de alívio combinado. Existem dois tipos de medicamento usados neste tipo de inalador, os primeiros são beta agonistas (LABA) e os segundos, antagonistas dos recetores muscarínicos de longa ação (LAMA). Estes inaladores atuam ao relaxar os músculos das vias aéreas, permitindo que mais ar entre nos pulmões. Os inaladores LAMA também reduzem a quantidade de muco nas vias aéreas. Pode ser perigoso utilizar este tipo de inaladores sem usar um inalador preventivo esteroide. É importante lembrar-se que os inaladores de alívio de curta ação devem ser usados para responder a situações de emergência.

O que são inaladores combinados?

Este tipo de inaladores contém uma combinação de medicamentos de longa-ação, conhecidos como beta agonistas de longa ação (LABA) e um medicamento corticosteroide preventivo. As versões normalmente prescritas destes medicamentos incluem o Seretaide e o Symbicort. Estes inaladores são usados para tratar a falta de ar e o aperto no peito, enquanto previnem a inflamação das vias aéreas a longo prazo. Este tipo de inalador é geralmente prescrito a pessoas que não têm a asma controlada e que reagem normalmente a fatores desencadeantes. Os asmáticos a quem é prescrito um inalador combinado precisam também de um inalador de alívio para situações de emergência. 

O que são inaladores não esteroides?

Estes são inaladores preventivos a longo-prazo que não usam esteroides. Existem dois tipos de inaladores não esteroides disponíveis. O intal que contém cromoglicato de sódio e é frequentemente utilizado nos casos de asma induzida pelo exercício e o tilade que contém nedrocromil de sódio. Estes são usados como um tratamento alternativo para pessoas que não são capazes de tolerar o uso de esteroides.

O que é a terapia de manutenção e alívio?

Este tipo de inalador é usado para prevenir e aliviar os sintomas de asma e geralmente é prescrito como parte de um plano de tratamento. As duas marcas disponíveis são o Symbicort SMART e o Fostair MART. Este tipo de medicamento apenas é prescrito a pessoas com mais de 18 anos que sofrem de asma mal controlada. Os MART ajudam a reduzir a inflamação das vias aéreas e a reduzir os sintomas constantes ou de instalação repentina. Este tipo de tratamento não requer a prescrição separada de um inalador de alívio, uma vez que os inaladores MART podem ser prescritos em situações de emergência. Quando os sintomas são graves, o utilizador pode aumentar a dose para o seu máximo, tal como discutido com o seu médico previamente.

Quais são os diferentes tipos de dispositivos inaladores?

Os inaladores para a asma estão disponíveis em diferentes tipos. Estes foram fabricados para administrar a dose correta de medicamento quando em contacto com as vias aéreas, da forma o mais eficaz possível. Nem todos os inaladores estão indicados para todas as pessoas, pelo que é importante fazer revisões regulares para que o seu médico possa avaliar a sua adequação.

  • Inaladores dosimetrados (MDI):

Um dos tipos de inaladores mais frequentemente prescritos são os inaladores dosimetrados, também conhecidos como pulverizadores. Estes fornecem uma dose única de medicamento através de um spray de inalação ou aerossol, que é expelido para as vias aéreas através de um gás pressurizado. O medicamento é expelido a partir da câmara de aerossol ao premir o topo do dispositivo inalador. De forma a inalar com sucesso a dose correta, deve coordenar a sua respiração com a pressão na cânula. Isto pode ser difícil para algumas pessoas, se isto for o seu caso, o seu médico pode indicar-lhe um tipo diferente de inalador. 

  • Inalador acionado pela respiração (BAI):

Um tipo de dispositivo é o inalador acionado pela respiração. Tal como o nome sugere, este inalador requer que o utilizador inspire para que o dispositivo liberte automaticamente o medicamento. Os inaladores acionados pela respiração estão disponíveis na forma dosimetrada, requerendo que o utilizador inspire normalmente. Os inaladores em pó requerem um esforço respiratório maior para que a dose completa seja inalada. 

  • Dispositivos de espaçamento:

Os dispositivos de espaçamento são utilizados em conjunto com inaladores dosimetrados para ajudar o utilizador a receber com sucesso a quantidade correta de medicamentos. Pode ser difícil para alguns utilizadores de inaladores dosimetrados coordenar a sua respiração com a pressão no topo da cânula, o que significa que podem não receber a dose completa. Os dispositivos de espaçamento são um recipiente de plástico que se liga aos inaladores dosimetrados numa das extremidades. Estes permitem que o medicamento seja recolhido num espaço, permitindo ao utilizadores respirar normalmente. O tempo e a velocidade de respiração não são tão importantes quando se utiliza um dispositivo de espaçamento, pelo que estes são particularmente úteis para crianças. O espaçador permite que o medicamento seja completamente inalado para os pulmões, com menos impacto na parte de trás da garganta e com menor risco de ser absorvido por outras partes do corpo. Foi notado que a utilização de um dispositivo de espaçamento reduz o risco de efeitos indesejados como a candidíase oral. 

  • Nebulizadores:

Um dispositivo nebulizador transforma medicamentos líquidos em vapores respiráveis. Estes são normalmente usados em hospitais para administrar uma dose mais elevada de medicamento a alguém que sofreu um ataque de asma, está fatigado ou com dificuldades respiratórias. Os nebulizadores podem ser usados em conjunto com máscaras faciais para que o utilizador não tenha de coordenar a respiração e apenas tenha de inspirar e expirar. Estes não são usados tão frequentemente como no passado, uma vez que investigações demonstraram que os inaladores normais juntamente com um dispositivo de espaçamento são igualmente eficazes. 

Tal como com todos os tipos de medicamento é importante usar os dispositivos acima tal como recomendado pelo seu médico, usando a técnica correta. Seguir as instruções do médico irá reduzir o risco de sofrer efeitos secundários negativos. Usar o medicamento adequado, com uma técnica correta e fazer avaliações médicas regulares, ajudam a controlar a asma a um nível que não tenha impacto na sua rotina diária.

 

Página revista em:  23/11/2017